ITAL

SOBRE A PONTE

Centro de Aprendizagem Livre e Integrada do Jardim Rio Pequeno

A Associação Ponte Brasilitália tem seu início num singelo trabalho iniciado em junho de 1992, pela Irmã Maria Crepaldi da Congregação das Irmãzinhas da Assunção, que foi morar no bairro Jardim Rio Pequeno, Vila Dalva, e lá trabalhava como Assessora Regional da Fundação Fé e Alegria do Brasil.

Após 2 meses de pesquisa sobre a realidade do bairro, Irmã Maria constatou a necessidade de iniciar um trabalho de formação para crianças e adolescentes. Durante 2 anos ela trabalhou com 25 crianças e em 1993 conheceu Elena Marini (italiana), que se tornou colaboradora fiel da Irmã Maria Crepaldi, que sonhava em um dia ter uma casa para amparar as crianças daquela região.

Naquele momento, com muitas dificuldades, sem recursos humanos e financeiros, tentava orientar 50 crianças e suas famílias, através de oficinas de linguagem, conhecimentos gerais, orientações sobre higiene e assistência social e tentava ajudá-las através de doações de alimentos, roupas e medicamentos. Dessa forma, aquelas crianças tinham a possibilidade de ter um pouco de lazer e cultura. Ainda em 1993, foram iniciadas as aulas de capoeira, graças à contribuição da Sra. Elena Marini que, da Itália, enviava uma quantia suficiente para pagar um professor que dava uma aula por semana. O local utilizado para acolhê-las era o salão da Igreja São Thomas More.

Em 1997, após um ano de intensa preparação e o envolvimento de muitas pessoas, foi realizada uma tournée de capoeira na Itália, que passou pelas cidades de Roma, Nápoles, Florença e Milão. Esse evento, extremamente bem sucedido, foi realizado graças à UILP UIL Pensionati que, na pessoa do Sr. Fabio Porta, viabilizou a participação de uma equipe 12 crianças e 3 adultos naquela tornée.

A UILP e o Sindicato dos Empregados no Comércio de São Paulo fizeram uma parceria em prol desse projeto e criaram uma Associação que, através da união de esforços, pudesse proporcionar um atendimento mais amplo às crianças e oferecer à Irmã Crepaldi melhores condições de trabalho para com aquela comunidade. Surge então a Associação Ponte Brasilitália.

A primeira grande conquista advinda dessa parceria foi a aquisição de uma sede própria para a Associação Ponte Brasilitália, na rua George Bernardo de Lima, 28 - Jardim Rio Pequeno—São Paulo. Com um local próprio, os trabalhos de educação e preparação das crianças visando uma inclusão social poderiam tomar outras dimensões.

Após grande empenho, em 15 de janeiro de 1998, foi possível fundar oficialmente a Associação e, em 5 de junho do mesmo ano, as crianças e famílias da comunidade do Jardim Rio Pequeno e Vila Dalva tiveram a alegria de participar da inauguração da sua sede, juntamente com os representantes da UIL Pensionati e do Sindicato dos Empregados no Comércio de São Paulo, tendo como convidados o cônsul Geral da Itália e outras autoridades que prestigiaram o evento.

ESPAÇO DOS SONHOS

Espaço dos Sonhos Um sonho que virou realidade

Localizado na comunidade de Vila Dalva, no Bairro do Rio Pequeno em São Paulo, o Espaço dos Sonhos é, desde dezembro 2004, a nova sede da “Associação Ponte Brasilitália”, entidade promovida pela UIL Pensionati e pelo Sindicato dos Comerciários de São Paulo. É um espaço onde 180 crianças na faixa etária de 7 a 17 anos são atendidas no período fora aula, recebendo orientações nas áreas cultural, cívica, de inter-relacionamento pessoal e de capacitação profissional, visando assim uma melhor possibilidade de inclusão social. Os trabalhos desenvolvidos com as crianças têm proporções muito maiores do que o âmbito da entidade, pois as próprias crianças agem como multiplicadores dos ensinamentos e conceitos que ali recebem.

O Espaço dos Sonhos é um centro polifuncional com área útil de 780 m2, composto por 2 prédios interligados, com 3 níveis de solo, onde funcionam laboratórios de música, dança e teatro; um telecentro para inclusão digital; laboratórios de artesanato infanto-juvenil; um espaço dedicado a jogos, com uma arquibancada para 80 lugares, além de uma cooperativa no ramo de confecção, da qual participam mães das crianças atendidas.

Os familiares das crianças atendidas também recebem atendimento Médico Odontológico gratuito, através dos profissionais que atendem no Sindicato dos Empregados no Comércio de São Paulo SECSP. Os pais recebem acompanhamento personalizado e em grupos para um trabalho de conscientização sobre relacionamento através de visitas às famílias ou aos núcleo familiares. São desenvolvidas também atividades grupais de desenvolvimento comunitário, para a formação da cidadania, além de assistência psicológica para os familiares.

Estão em processo de instalação um ambulatório médico e uma sede do CEAT Centro Arquidiocesano do Trabalhador.

Algumas das atividades praticadas no local são aulas de reforço escolar, oficinas de artesanato que utiliza entre outros materiais, sementes e papel reciclado, oficinas de pintura, aulas de música (percussão e corda), coral, aulas de capoeira, oficinas de metareciclagem (recuperação de PCs) e de aplicativos.

O Telecentro para inclusão digital e a Cooperativa de confecção são iniciativas do Progetto Sud UIL, organização não governamental italiana que promove e realiza projetos de cooperação internacional através de financiamento de instituições públicas e privadas italianas.

NOTÍCIAS

?id=4

CONTATO

?id=6

DIRETORIA

UIL WEB TV
Banner
CAF UIL